Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint

Cincias Humanas e suas Tecnologias - Filosofia Ensino Mdio, 3Ano tica Profissional e social FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social MORAL TICA ETIMOLOGICAMENTE LATIM: MORIS GREGO: ETHOS

COSTUMES COSTUMES DISCIPLINA FILOSFICA NORMAS OU REGRAS FUNDAMENTAO E AVALIAO CONDUTA HUMANA CONSCINCIA MORAL FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social

CONSCINCIA MORAL CAPACIDADE PECULIAR DO HOMEM DE DISCERNIR O JUSTO E O INJUSTO, O CERTO E O ERRADO, O BEM E O MAL. TICA = DISCIPLINA FILOSFICA = FILOSOFIA MORAL NAS IDEIAS DO BEM E DA VIRTUDE SCRATES: FILOSFICO. O PRIMEIRO

A DISCUTIR SOBRE TICA NO MEIO FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social A BUSCA DO BEM E DA VIRTUDE

ARISTTELES: TODA A ATIVIDADE HUMANA TENDE A UM BEM BEM SUPREMO EXERCCIO PERFEITO DA FUNO PRPRIA DO HOMEM: A RAZO; CAPAZ DE ESCOLHER O MELHOR PARA SI E PARA OS OUTROS; EPICURO: A FELICIDADE CONSISTE NA AUSNCIA DE PREOCUPAES E NO PRAZER; ESTOICOS: A FELICIDADE DO HOMEM DEPENDE DA SUA RESIGNAO E ACEITAO EM RELAO AO SEU DESTINO. O AMOR COMO BEM MAIOR: MORAL CRIST Condutas: Moral, Imoral, Amoral FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social VALORES TODOS DEVEM ADOTAR (KANT) - IMPERATIVO CATEGRICO

ORDEM INCONDICIONAL Age de tal modo que a tua ao possa servir de regra universal. Age sempre de forma a tratar a humanidade, na tua pessoa como na dos outros, como um fim e nunca como um meio. O BEM E O MAL FELICIDADE VIRTUDE VIDA: MAIOR VALOR NIETZSCHE VONTADE DE PODER FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social tica Profissional e Social

No sculo XXI, o sucesso profissional requerer destreza para lidar com a ambiguidade, gerenciar tarefas mltiplas ao mesmo tempo e construir redes de suporte tanto no trabalho como na comunidade. FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Imagem: Lucas / Public Domain FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Profissionais capazes de gerar conhecimento e aplic-lo dentro da realidade corporativa e nas

mltiplas relaes com outros atores sociais; pessoas que conheam e respeitem a cultura do outro e encontrem seu caminho dentro da prpria cultura; FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social pessoas geis, que consigam circular de uma rea para outra; pessoas dinmicas, detentoras de capacidade de sntese e viso holstica; pessoas que dediquem algumas horas de seu tempo a um trabalho voluntrio, pois demonstram a futuros empregadores que tm iniciativa, alm de

desenvolver habilidades de oratria e ateno e melhorar sua autoestima; FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social pessoas motivadas, que gostam do que fazem, chamadas de work-lovers pela Revista Voc S.A*. Pessoas cuja atuao seja tica: O jogo duro, mas deve ser disputado na bola, no na canela.; o profissional do sculo XXI precisa estar preparado para mudanas, ser reflexivo, criativo, ousado; a formao profissional deve ser abrangente e continuada,

desenvolvendo conhecimentos, habilidades e atitudes. http://www.vocecommaistempo.com.br/Interrupcoes/Worklover-X-Workaholic_320 FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Os profissionais no resistem mudana, resistem a serem mudados. Imagem: Kysoh / GNU Free Documentation License FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social

Resilincia FSICA CINCIAS HUMANAS A capacidade de um material voltar ao seu estado normal depois de ter sofrido uma presso. A capacidade de um

indivduo em sobrepor-se e construir-se positivamente frente s adversidades. Imagens: (a) Roger McLassus / GNU Free Documentation License (b) GNOME icon artists / GNU General Public License FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social [...] H homens que aprenderam a conhecer; so os homens bem informados, os instrudos. H homens que aprenderam a fazer; so os hbeis, os

pragmticos. H homens que aprenderam a conviver; so os incentivadores, os generosos. Mas, os homens s aprendero a ser homens se forem instrudos, pragmticos e generosos. Para isso, tm de assumir a condio de aprendizes eternos [...] Jacques Delors* http://www.senai.br/repertorio/mercado/trans/danielpisa.pdf FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social tica Profissional compromisso social:

a tica o estudo geral do que bom ou mau, correto ou incorreto, justo ou injusto, adequado ou inadequado. Um dos objetivos da tica a busca de justificativas para as regras propostas pela Moral e pelo Direito; ela diferente de ambos - Moral e Direito -, pois no estabelece regras. Essa reflexo sobre a ao humana que caracteriza a tica. FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social tica Profissional: quando se inicia essa reflexo? Essa reflexo sobre as aes realizadas no exerccio de uma profisso deve iniciar-se bem antes da prtica profissional;

a fase da escolha profissional, ainda durante a adolescncia muitas vezes, j deve ser permeada por esta reflexo. A escolha por uma profisso optativa, mas, ao escolh-la, o conjunto de deveres profissionais passa a ser obrigatrio; geralmente, quando voc jovem, escolhe sua carreira sem conhecer o conjunto de deveres que est prestes ao assumir tornando-se parte daquela categoria que escolheu. FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social O que tica Profissional? tica profissional o conjunto de normas morais

pelas quais um indivduo deve orientar seu comportamento profissional. A tica importante em todas as profisses e para todo ser humano, para que todos possam viver bem em sociedade. FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Todos os cdigos de tica profissional trazem em seu texto a maioria dos seguintes princpios: honestidade no trabalho, lealdade na empresa, alto nvel de rendimento, respeito dignidade humana, segredo profissional, observao das normas administrativas da empresa e muitos outros.

FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Imagem: perfectska04 / GNU General Public License FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social A ao para difundir os valores, a formao espiritual e social das conscincias, a difuso de uma mentalidade que favorea a afirmao da moralidade pblica em todos os nveis contribuem para gerar "homens novos" segundo o Evangelho, homens socialmente preparados e inseridos profundamente no contexto social atual.

FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social Hoje, a exigncia tica fundamental de que seja recuperada a possibilidade de se reconstrurem relacionamentos de comunho entre as pessoas e entre as comunidades, em todos os nveis: familiar, social, econmico, poltico etc. Aqui se encontra o antdoto para o mal moral, porque a comunho entre as pessoas coloca-as na condio de crescerem com responsabilidade diante de si mesmas e dos outros e de se doarem, realizando-se num contexto comunitrio que favorece a atuao das exigncias da solidariedade social. FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio

tica Profissional e social A seguir, o depoimento de Cludio, ex-presidirio, hoje voluntrio, que esteve presente nesse encontro: "- H muitas boas intenes nas leis, mas muitas vezes elas ficam s na teoria. Na realidade, s possvel p-las em prtica nos institutos onde os educadores, os diretores, o pessoal, os carcereiros, todos colocam no centro de tudo o ser humano, a dignidade da pessoa. Onde isso no acontece, as coisas caminham de modo burocrtico, ningum assume responsabilidades bem definidas e os presos vivem de modo humilhante e sem perspectiva de futuro. Diante dessas pessoas importante no julgar, nem ter solues prontas para seus casos. preciso am-las como so, sem impor objetivos do tipo 'vamos reinseri-las na sociedade'. Se ns amarmos, sem julgar, sem forar as coisas, as situaes vo encontrar no amor uma soluo.

FILOSOFIA, 3 Ano do Ensino Mdio tica Profissional e social REFERNCIAS: ARANHA, Maria Lcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: Introduo Filosofia. 4 edio. So Paulo: Editora Moderna, 2009. CHAUI, Marilena. Filosofia. 1 Edio. So Paulo: Editora tica, 2000. CORDI, Cassiano e SANTOS, Antonio Raimundo dos (e outros). Para filosofar. 4 edio. So Paulo: Editora Scipione, 2001. Glock, RS, Goldim JR. tica profissional compromisso social. Mundo Jovem (PUCRS, Porto Alegre) 2003;XLI(335):2-3, . http://www.significados.com.br/etica -profissional PC N - Ensino Mdio: Cincias Humanas e suas Tecnologias. Secretaria de Educao Mdia e tecnologia - Braslia: MEC. 1997. SOUZA, Sonia Maria Ribeiro. Um outro olhar. So Paulo: FTD, 1995.

Tabela de Imagens n do slide 7 direito da imagem como est ao lado da foto Lucas / Public Domain link do site onde se consegiu a informao http://commons.wikimedia.org/wiki/ File:Shake_hand.jpg# 11 Kysoh / GNU Free Documentation License http://commons.wikimedia.org/wiki/

File:Business_tux.png# 12.a Roger McLassus / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/File:2006-02License 04_Metal_spiral.jpg# 12.b GNOME icon artists / GNU General Public http://commons.wikimedia.org/wiki/File:UserLicense busy.svg 18 perfectska04 / GNU General Public License http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Emblemmoney.svg Data do Acesso 13/08/2012 13/08/2012 13/08/2012 13/08/2012 13/08/2012

Recently Viewed Presentations

  • Ufton Court 2018 - The Grove Primary School

    Ufton Court 2018 - The Grove Primary School

    Desserts are provided after lunch and dinner. On one night they will have a full historical banquet in the Tithe Barn. On the last day the children will have a picnic lunch in the . grounds. or the dining room...
  • Maple Ridge Pitt Meadows Katzie Community Literacy CommitteeJune

    Maple Ridge Pitt Meadows Katzie Community Literacy CommitteeJune

    Maple Ridge Pitt Meadows Katzie Community Literacy Committee June 13, 2016 CN Workshop Tuesdays - Thursdays 9:00 am to 12:00 pm The Learning Room One-to-One tutoring with volunteers FRCC & Decoda Next training session September 2016 CALP ESL Woman's Conversation...
  • Colloquium, Friday, November 21, 3:30 pm, G5 Rolla

    Colloquium, Friday, November 21, 3:30 pm, G5 Rolla

    The problem is to determine the asymptotic behavior of solutions (as functions of the parameters in the equation). We will show that "standard techniques" from the theory of asymptotic integration can be applied to analyze the solutions, and using this...
  • Community Reference Group Meeting #4 MITCHELL FREEWAY EXTENSION

    Community Reference Group Meeting #4 MITCHELL FREEWAY EXTENSION

    Acorn Design Other titles: Times Arial Blank Presentation 1_Blank Presentation Community Reference Group Meeting #4 MITCHELL FREEWAY EXTENSION Burns Beach Road to Hester Avenue PowerPoint Presentation PowerPoint Presentation PowerPoint Presentation MITCHELL FREEWAY EXTENSION MITCHELL FREEWAY ...
  • Responsive, Flexible and Scalable Broader Impacts A. A.

    Responsive, Flexible and Scalable Broader Impacts A. A.

    *41% from inland or rural locations After webinars, scientists and educators are given additional questions to potentially be addressed in blogs Expansion Methodology Scientists and educators are given guidance on effective blogging Topically focused by concept maps, blogs are a...
  • Image Quality, Film Analysis & Darkroom Quality Control

    Image Quality, Film Analysis & Darkroom Quality Control

    Do periodic quality control test of x-ray equipment, accessories, and darkroom equipment and accessories. Keep a room logbook which contains all the test data on equipment, accessories and all the changes/repairs done to all equipment/accessories in the room, sample images,...
  • Empirical and Molecular Formulas

    Empirical and Molecular Formulas

    Question 2. What is the empirical formula for a compound containing 68.3% lead, 10.6% sulfur and the remainder oxygen? Question 3 A compound contains sulfur, oxygen, and chlorine. Analysis shows that it contains 26.95% sulfur, and 59.61% chlorine. What is...
  • Disease: Trichomonosis John Harding Finch trichomonosis Typical symptoms:

    Disease: Trichomonosis John Harding Finch trichomonosis Typical symptoms:

    Avian pox virus can be spread through direct and indirect contact between birds or via an arthropod vector like a mosquito. Since great tits are not a migratory species, we believe the disease is most likely to have been introduced...